Tuesday, December 9, 2014

Grupo Social para crianças entre 7 e 12 anos - Em janeiro 2015 - Valinhos/SP

-->
AT EASE Learning Model®
oferece
Grupo Social – em Vinhedo
Desenvolvimento, orientação e diversão
Numa parceria do
Movimento e Aprendizagem e PACE Place Inc

Para pre-adolescentes (de 7 a 12 anos)
De  27 a 30 de janeiro de 2015
Das 2h as 6h da tarde
Valor: R$ 2.000,00 (R$ 650,00 na inscrição; R$ 700 até 20/12; R$ 650 até 20/01)
Vagas limitadas, grupo bem reduzido de participantes para garantir a qualidade

Objetivo:
Trabalhar habilidades para regular emoções;
Trabalhar comportamentos através das vivencias baseado nos principios do AT EASE Learning Model®
Desenvolver a interdependência
      cuidar de si e do próximo
      ser parte ativa de um grupo

Atividades propostas:
-       atividades físicas
-       atividades recreativas em grupo
-       culinária
-       arte
-       passeios na comunidade
-       compras (escolher, pagar, conferir o troco)

As crianças participarão de um grupo social diferenciado em que será promovida a interação entre seus pares sob a supervisão e orientação de Eric Hamblen, PACE Place Inc, OR, USA.

Sobre  AT EASE Learning Model®
As pessoas com autismo precisam tolerar uma variedade de emoções negativas como: decepção, frustração, confusão, irritação, raiva, tristeza, etc Estas emoções NÃO precisam ser intensas, mas elas terão que tolerar até certo ponto, a fim de atingir níveis mais elevados de aprendizagem. A cada degrau do desenvolvimento vêm níveis mais elevados de habilidades, emoções positivas e negativas a serem reguladas de forma a optimizar o potencial de aprendizado.

Quando o adulto assume o controle e estabelece limites claros com compaixão, somente então poderá mudar como a outra pessoa se sente e DEIXAR de tentar controlar a situação e assim, mudar como ela pensa e se comporta, EXPANDINDO sua compreensão concreta da situação e seu crescimento.

AT EASE Learning Model® deve ser visto como uma ferramenta para ajudar os pais e os profissionais a determinar onde eles se situam no mapa da relação com o seu filho/cliente, independente da atividade ou estrada que escolheram trilhar.

As lentes do AT EASE Learning Model® quando utilizadas de forma eficaz, ajudarão a pôr em evidência as nossas dinâmicas sociais atuais de uma maneira que nos permita:
* iniciar e orientar a criança a iniciar o Acesso às suas relações, de uma forma diferente e com intenção,
* Tolerar a jornada em que estamos e as emoções que todos os participantes desta aventura, que é aprender e se desenvolver, irão experimentar (incluindo tolerar as nossas emoções),
* Explorar sabiamente, de modo a ganharmos experiências positivas, ao invés de sentir como se afundássemos em um pântano a cada passo dado.

Os conceitos do AT EASE Learning Model® reconhecem que cada destino no mapa relacional está em constante mudança e evolução. Assim, não existe a necessidade de um novo mapa. Nós só precisamos de um mapa do desenvolvimento natural, só precisamos aprender a navegar nesse mapa. Cada pessoa tem um mapa em mudança, dinâmico. Como o nosso mapa relacional está sempre mudando, a fim de saber onde nos situamos, todos nós precisamos aprender a preencher rotineiramente nosso próprio mapa. AT EASE Learning Model® é projetado para auxiliar os adultos a preencher o mapa relacional com as crianças com autismo, ajudando-os a usar os seis componentes do AT EASE Learning Model® como pontos de coordenação.

Os componentes do
AT EASE Learning Model® são:

Acessar realcionamentos e recursos para aprender a partir de experiências;
Tolerar experiências emocionalmente difíceis, aprendendo a expandir a  
     capacidade de co-regulação e auto-regulação ;
Explorar oportunidades de aprendizado em conjunto;
Aplicar o que foi aprendido até o seu completo domínio;
Seguir novas oportunidades para usar este aprendizado, independente de quem seja o guia;
Evoluir, isso é, as experiências bem sucedidas devem levar a um sentimento de competência


Eric Hamblen o inventor do Connector Rx ®. Eric e também o co-fundador e Diretor de Programas do Projeto P.A.C.E., Inc e PACE Place.
Eric trabalha com crianças com dificuldade no aprendizado social e comunicação incluindo crianças no espectro autista desde 1985, em prática privada e pública nos EUA.
Eric trabalhou na UCLA Clinic for the Behavioral Treatment of Children sob a direção do dr. Ivar Lovaas e recebeu o treino avançado em Applied Behavioral Analysis (ABA).Eric completou o certificado RDI™sob supervisão do Dr. Steve Gutstein(Certified RDI TM Consultant, 2003-2006).
Eric trabalha como consultor e dá treinamento a famílias e profissionais por todo o mundo e apresenta palestras em seminários nacionais e internacionais. Ele tem prazer em ajudar as famílias a pensar através dos seus desafios e co-criar maneiras de alavancar seus relacionamentos e encontrar soluções dinâmicas e promover desenvolvimento dessas relações.

Também contamos com profissionais experiêntes e em treinamento avançado sobre os princípios do AT EASE Learning Model®

Pamela SpanholetoDescription: https://snt150.mail.live.com/ol/clear.gifDescription: https://snt150.mail.live.com/ol/clear.gifDescription: https://snt150.mail.live.com/ol/clear.gifDescription: https://snt150.mail.live.com/ol/clear.gifFormada em Ensino Superior Normal (Magistério).
Educadora física formada desde 2006.
Trabalha com crianças e adolescentes do espectro autista há 10 anos desenvolvendo trabalho cognitivo- motor-emocional.

Cursos complementares na área de autismo:
Integração sensorial
Currículo funcional natural.
Curso de comunicação alternativa PECS.
Seminário
AT EASE Learning Model® com certificação level I
Vivência participative em acampamento para adolescents no espectro autista na clinica Pace Place - Oregon-USA
Participação mensais em palestras sobre autismo para aprimoramento e aprofundamento na área.
Professora de dança e coreógrafa de festivais de dança para crianças com deficiência intelectual e do espectro autista.

Atualmente trabalha como educadora física em uma instituição para pessoas com deficiência e autismo com aulas de expressão corporal e psicomotricidade, atendimentos individuais a domicilio com crianças e adolescentes do espectro autista, deficiência intelectual, TDAH, entre outros transtornos do desenvolvimento com uma abordagem diferenciada.

Ana Carla RotellaPsicóloga - Terapeuta Comportamental –
 CRP 06/77526
Graduada em Psicologia e Psicopedagogia PUCC- Campinas
Formação em Psicologia Clínica Comportamental NAPSI -Campinas
Formação em Neuropsicologia Aplicada a Neurologia Infantil - UNICAMP
Diversas formações nas áreas de transtornos comportamentais e de aprendizagem na infância e adolescência (AT EASE, Currículo Funcional, ABA)

Ana Carla é Terapeuta Clinica Comportamental - Clinica Espaço Saúde Vinhedo - 2005 a 2014 - atendimento de crianças e adolescentes com transtornos comportamentais e de aprendizagem

Psicóloga, Psicopedagoga Clinica e Institucional - Lar CAB, Vinhedo 2005 a 2007
Coordenadora Técnica - Lar CAB 2007 a 2013
Orientadora e supervisora em escolas municipais e particulares na inclusão de crianças com autismo e deficiência intelectual - 2005 a 2014

Palestrante em escolas municipais e particulares ministrando vários temas como: autismo, deficiência intelectual, importância do brincar, desenvolvimento infantil, transtornos comportamentais na infância e adolescência.

Patríca Mariana C. Mazzante Iansen – Fonoaudióloga –
CRFa 15404
Graduada pela PUCC - Campinas
Especializada em Linguagem pela FCMSCSP
Especializada em Reabilitação Neurológica (Bobath)
Diversas Formações nas áreas de Linguagem e Autismo (
AT EASE Learning Model®, ABA, CSA)
Atendimento clínico  a Deficiência Intelectual e Autismo desde de 2006
Assessoria Escolar (Inclusão)
Atua há 7 anos em escola de Educação Especial

Aline Silva e Sá Conte Rocha - Educadora Física no Centro Educacional Integrado de Vinhedo. Psicomotricista, atuando em casos de crianças com deficiência, autismo e dificuldades de aprendizagem

Graduada em Educação Física pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)
Especialista em Psicomotricidade pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)
Curso de Integração Sensorial pela Clínica Ludens


Taynáh Torres -Último ano de psicologia pela PUC-SP. Tem experiência profissional em escola de inclusão com aplicação do ABA. Com vivência prática de três meses na clinica PACE Place - Oregon - USA acompanhando Eric Hamblen e Kathi Calouri nos atendimentos. Teve a experiência de morar por 40 dias na casa de uma família com adolescente com autismo, podendo auxiliá-lo nos aspectos sociais e emocionais.Seminário AT EASE Learning Model com certificação level 1 - São Paulo Brasil;
Seminário AT EASE Learning Model com certificação level 1 - Minnesota - USA;

Atualmente realiza atendimento de crianças com autismo e orientação a seus familiares e escolas.


Marie Dorión - Relações Públicas, mãe de dois meninos no espectro autista, morou por volta de 5 anos nos EUA, onde fez vários cursos na área comportamental, sensorial e desenvolvimento relacional. Hoje ministra palestras, organiza grupos de pais, escreve para a Revista Autismo e é a autora do blog UmaVozparaoAutismo.blospot.com
Tatiana Ksenhuk – Mãe de dois meninos no espectro autista e coordenadora do Grupo Amais São Paulo.

Saturday, November 29, 2014

Grupo de apoio a pais e familiares - novembro/2014

Link para questionário de perfil sensorial: https://docs.google.com/document/d/1WIsE1kJqD_j_IjwitmyuMNIsEHaKO5ZlmxM6aPFvc8g/edit










Thursday, November 27, 2014

Thanksgiving por Paula Cardoso

Difícil seria terminar este ano sem agradecer em primeiro lugar a Deus, que tem se feito cada dia mais presente na minha vida.

Este foi um ano de muita introspecção. Sei que estive mais ausente dos amigos, mas isto foi essencial para o momento que eu estava passando. Às vezes é preciso parar para poder continuar.

Respirar tem sido meu maior aprendizado. Controlar a respiração tem sido minha busca, A palavra deste ano foi desacelerar. Deixar a casa menos arrumada, a louça na pia, e alguns brinquedos pelo chão, são, pra mim, grandes conquistas. Entender e principalmente aceitar que a vida nem sempre acontecerá do jeito que a gente imaginou é um grande passo pra felicidade.

Este ano só tenho a agradecer: à minha família que mesmo torta (rs) sempre me socorre na hora de maior sufoco.; aos amigos que se fizeram presentes, sem muitas vezes eu conseguir retribuir e participar de suas vidas; à Marcinha, minha amiga, irmã que ganhei em vida... Agradeço a vocẽs, minhas amigas de coração, que trocam experiências, dores e conquistas de seus filhos: Aurea, Tarita, Gis, Analu, Claudia e tantas outras que assim como eu, somem e reaparecem, conforme a vida lhes permite. Agradeço a todos que profissionalmente ajudaram a Laurinha este ano: Mariana, Ciça, Renata, Tatiane, Pamela, Kriss, Vitória, Caio e Eric. Como não ser grata à escola que acolheu Laurinha e se abriu para cada ideia, cada necessidade que aparecia? Aos pais dos amiguinhos de classe que abraçaram em gestos e atitudes minha pequena florzinha, em especial à Helen, Cris e Fabiane. Mais que tudo, agradeço à Julia, minha filha mais velha, que só me traz orgulho e alegria. 
 
Ao Valter por seus esforços e vitórias. À Tati, que sempre teve uma palavra amiga e uma oração pra me dizer. À Haydée, simplesmente por existir. Por último, e não menos importante, à Marie, que sempre nos presenteia com conhecimentos e estudos, que nos acolhe em sua casa e em seu coração.
Paula

Thanksgiving por Elaine Cristina

Não tive tempo de sentar e escrever como eu gostaria, mas não poderia deixar passar este dia sem antes agradecer por todos estes anos que nos conhecemos e também pelo seu empenho de mostrar pra tanta gente como é importante ser grato.
 
Uma das minhas melhores lembranças deste dia, com certeza é o Thanksgiving que passamos juntas, ou quase juntas já que vocês estavam em Wenatchee WA e nós em Woodbridge NJ.:) Tenho saudades do tempo que vocês moravam aqui e a vida parecia passar mais devagar, mas estou muito feliz por saber os caminhos que você tem trilhado em terras brasileiras.
 
Este ano mais do que nunca agradeço a vida, ao simples fato de estar viva, mas principalmente por ver que  tanta gente que eu conheço conseguiu de fato sobreviver... O Nicolas me informou que esta semana era Thanksgiving in the US e me perguntou o que eu era thankful for, eu respondi : - Por você, ele me perguntou novamente: - Por mim? Sim, por você e seu irmão... Ele sorriu e me disse: Me too, for our family and friends. Yes!
 
Meus filhos cresceram tanto e eu me sinto tão mais próxima deles, eu sei que nos últimos tempos me falta tempo pra quase tudo, mas nós estamos tão contentes, nossas conversas tem sido cada vez mais interessantes, Nicolas está no High School e Victor no último ano do Elementary e às vezes eu fico procurando meus bebês... A verdade é que o futuro chegou pra nós e apesar de ainda ser desafiador, não é mais assustador e isto no momento me dá a tranquiliadade que eu preciso pra seguir em frente... 
 
Sendo assim preciso agradecer ao Albert que segue junto comigo.:)
 
Agradeço também a uma amiga muito especial que me permitiu estar com ela num momento muito difícil, daqueles que a gente não imagina que pode acontecer e qdo acontece é quase unsuportável, mas mesmo assim ela tem conseguido superar cada obstáculo com a mesma graça e ternura de sempre.
 
No mais é aproveitar este dia tão especial e respirar todo o amor que ele proporciona.
 
Agradeço de coração por tudo, tudo mesmo... o mundo melhor depende só da gente... bom, depende de tantas outras coisas também, mas só a gente pode fazer o melhor de qualquer situação.
 
Meninas que participaram deste e outros Thanksgiving o meu abraço apertado de sempre, espero que um dia eu possa estar com vocês pra juntas saborear esta delicia de Turkey day.
 
Feliz dia de ACAO DE GRACAS!

Beijos,

Elaine (mae do Nicolas e do Victor)

Thanksgiving por Ana Lúcia Félix



"Tempo de Agradecer..."
Atrasei o meu agradecimento e estava ficando mais aflita a cada dia que passava desde que a nossa querida mentora nos convidou mais uma vez para fazê-lo...não entendia porque...não conseguia organizar as lembranças deste ano... quase desisti, mas isso me fez sentir derrotada... NÃO, ISSO JAMAIS!!! Foi quando percebi que o real motivo dessa desorganização mental era TER MUITO A AGRADECER!!!!!

E, através das imagens (autista eu???) consegui me conectar ao fundo do meu coração e aí fluiu...
Eu agradeço a Deus por atender meu apelos e preces, deu-nos a mim e ao Carlos, o grande amor da minha vida, mais um tempo juntos.... e com nossos filhos amados Andre,Carol e Caco.
Agradeço por tantos amigos maravilhosos que se aproximaram mais ainda, não nos deixando sós, no momento mais difícil de nossa família... E dentre esses, claro, estão todos da nossa família azul de Santos, o GAA, que SEMPRE correm para ajudar e amparar a mim e a todos a quem precisam...em especial, um agradecimento a duas pessoas que estão ao meu lado há 3 anos, imbatíveis, firmes e fortes na luta por nossa singela "ong", Abigail Bueno e Eliana Claudia Pereira, que representam todo um verdadeiro pelotão de mães e educadores...
Agradeço muuuito e já não é de hj, a chegada de uma nova amiga e mãe azul, Ana Paula Chacur, que veio reforçar e preparar o "pelotão azul", na hora mais precisa!!
Agradeço por eu ter chegado à idade de ouro: meus 50 anos!! E por poder, finalmente, me Aposentar!!!!

Agradeço também ao Instituto Evolução, com toda a sua equipe e alunos queridos, por todo o cuidado e carinho com o nosso filho Carlos, fazendo-o mais feliz!! E jamais deixaria de lembrar e agradecer às queridas Mônica Ranciaro, Mari Ranci, Lucymara Nogueira Silva, Stephanie Ranciaro, do Colégio Interativo, por não desistirem dele, embora ele não esteja correspondendo como queríamos...
Ao MestreMárcio Capoeira Escola e sua maravilhosa equipe do Capoeira Escola, pelo empenho e carinho com o Caco e sua turma!!! E, no meio dessa turma ainda está mais uma a agradecer: a recém descobertav, prima Sabrina, que ficou suuuper feliz em saber que tem esse primo tbm como ela, muuuuito especial!!!!
Por fim, eu não posso deixar de agradecer pelo Autismo em minha vida!!! Sim, agradeço muito mesmo, pois sem isso eu nunca teria conhecido pessoas e famílias tão maravilhosas, amigas de longa data que me ensinaram e ensinam muito ainda: Marie, Haydée Freire Jacques, Ana Muniz Soninha, Gislaine Thomal, Seppe Penelope, Dircelei Pizzi, Marcia Lombo M, Márcia Madalozzo, Fausta Cristina Reis, Andréa Werner Bonoli, Cristina Alves, Tatiana Ksenhuk , EricHamblen, Tarita Inoue Oliveira Garcia, Claudia Takano, Marcia Carolei e etc etc etc...
Não tem como parar... São muitos motivos e pessoas que merecem o meu carinho eterno...
Então, prá encerrar, "Muito grata, Senhor, por eu poder agradecer!!!

Thanksgiving por Tarita Oliveira

"No início do ano cheguei à conclusão que o meu filho não era capaz de brincar com outras crianças. E apesar de todos os progressos apresentados ao longo desses dois anos de tratamento, a interação ainda era, a meu ver, praticamente nula. Por esta razão decidi logo de início instituir algumas medidas para alcançar esse objetivo. Foram meses e meses de tentativas frustradas, métodos não tão eficazes, investimentos em cursos, palestras, estudos e mais estudos. Nunca investi tanto em algo que não fosse ao âmbito profissional. Outras demandas foram aparecendo (como tudo no autismo) e “roubando” o espaço e a prioridade do brincar. O primeiro semestre foi marcado por crises alimentares severas. Mas nem por esta razão esmoreci! E mesmo com toda a correria que permeia o meu dia-a-dia (e quem sabe e convive ao meu lado revalida o fato de que cada segundo é sim precioso), pude desfrutar de alguns momentos mágicos e emocionantes. Sendo assim, gostaria de dividir com vocês a experiência das conquistas do meu Lucas durante este ano.
Recebemos em casa alguns amiguinhos da escola! Após uma reunião escolar e, conseqüentemente, através dela à compreensão e generosidade de alguns pais, pudemos realizar em nossa casa atividades direcionadas com as crianças. Foram tardes deliciosamente agradáveis e proveitosas, onde vivenciamos a experiência do que é ter amiguinhos, brincar com eles, aprender coisas novas, experimentar alimentos novos e socializar. Recebemos, além disso, amiguinhos fora da escola, com ou sem autismo, assim como seus pais e até mesmo seus terapeutas. Momentos únicos! Alguns fáceis outros nem tanto, mas todos indiscutivelmente produtivos e principalmente felizes.
Dentro desse clima de conquistas (sim conquistas! Mesmo sendo ainda muito pobre e sutil a interação, não deixa de ser um começo! E o começo abre portas, abre horizontes!) eu só tenho a agradecer por todos que contribuíram, mesmo que minimante, por todas essas conquistas!


Primeiramente gostaria de agradecer a Marie por todos seus ensinamentos e por mais uma vez ter me dado a oportunidade de estar hoje aqui agradecendo. Sua iniciativa é linda! Olhar para trás, analisar calmamente os fatos, filtrar e diluir todas as dificuldades e angústias ao longo de um ano todo é um exercício difícil. Faz-me pensar que as reclamações e lamentações em exagero (porque desabafo de vez em quando também é saudável. Não somos feitos para sermos isolados!) não nos acrescenta nada; assim como semear o otimismo é genuinamente nos permitir! Permitir-nos fazer aquilo que nos dá prazer, criarmos momentos de descanso e paz e delegar àqueles que podem e nos querem ajudar, promovendo desta forma a esperança de dias melhores.
Em segundo lugar gostaria de agradecer aos pais pela confiança e disponibilidade para nos ajudar, incentivando seus filhos a vivenciarem a experiência do brincar com o Lucas. Somos gratos por tamanha prova de amor e compaixão!


Agradecer a minha equipe! A equipe do Lucas! Terapeutas, professores, músicos. Já ouvíamos de um saudoso amigo: “Nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos”. Não há dúvida de que a união dos nossos esforços, as trocas por email, whatsapp, reuniões, técnicas e metodologias, enfim, fizeram e fazem toda a diferença nas nossas vidas e no crescimento do nosso pequeno. Obrigada por estarem tão perto e serem tão disponíveis; obrigada por “comprarem” meus sonhos e permitirem que eles se realizem (ou não); obrigada pelos abraços nos momentos de tristeza e por cada grito de uhuuuuuu nas vitórias!
Agradecer aos amigos que o autismo nos proporcionou. Do Rio Grande do Sul à Estocolmo vocês fazem parte dessa grande família azul da qual tenho uma sorte imensa em fazer parte. E não há palavras para agradecer a cada gesto de carinho, de paciência e de solidariedade que recebemos este ano. Mães que eu mal conheço, mas que não hesitam em nos receber em suas vidas, que param um segundo se quer para responder um email. Aqui aprendo todos os dias o valor da solidariedade. Obrigada à Tatiana por nos inserir neste mundo através do grupo Amais SP. Quero agradecer em especial aos grupinhos do whatsapp pelo bom dia de todos os dias, pelas trocas de experiência de cada família, pelos aprendizados divididos, pelas palavras de força e alegria. Áurea, Paula, AnaLu, Cláudia Takano, Gislaine, Márcia e Milene; Cláudia Klein (amiga que tanto amo!!), Mariana, Flávia Maciel: muito obrigada por estarem presentes dia após dia!
Agradecer pela família que tenho, pela ajuda que recebemos sempre, pelas críticas e pelos elogios também que contribuem para lapidar o ego e me fazer uma pessoa melhor.
Agradecer ao Leonardo por caminhar pela vida ao meu lado por muitas vezes até mesmo me carregando em seus braços. Obrigada por ensinar que casamento não significa “e então felizes para sempre!”. Mas sim “Que bom que permanecemos juntos depois das tempestades!”.  Que cumplicidade, respeito e admiração são adjetivos presentes nas nossas vidas. Que bom! Que assim seja e permaneça! Amo você!
E por fim, agradecer a você Lucas por virar nossas vidas de ponta cabeça e deixá-la tão mais temperada que, o gosto de viver hoje é ainda maior. Com você aprendemos que há uma linha muito tênue entre a resiliência e a esperança, a aceitação e a perseverança; que tempo é uma questão de prioridade e que horizonte não tem limites para quem se arrisca a voar!  Te amo, te amo e te amo, meu filho! Heavy black heartHeavy black heartHeavy black heart


Que os desafios atuais possam ser atingidos e superados e que Deus me dê forças e alegria para alcançá-los com sabedoria!"